jusbrasil.com.br
1 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região TRT-17 - RECURSO ORDINARIO TRABALHISTA: RO 000XXXX-88.2015.5.17.0013

Detalhes da Jurisprudência

Partes

ALIFER TEIXEIRA PINHEIRO, ALINE TEIXEIRA BIBIANO, CONTORNO MAQUINAS LTDA - EPP, A.T.C. CONSTRUCOES LTDA - ME, EXPRESSO FLECHA DE PRATA EIRELI

Publicação

15/02/2019

Julgamento

24 de Janeiro de 2019

Relator

WANDA LÚCIA COSTA LEITE FRANÇA DECUZZI
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

ACIDENTE FATAL DE TRÂNSITO. CULPA EXCLUSIVA DE TERCEIRO.

Constatado que o trabalhador faleceu em acidente de trânsito causado por culpa exclusiva de terceiro, inviável a responsabilização civil da empregadora. Não altera esse panorama o fato de o acidente ter ocorrido em momento em que o trabalhador pegava carona com o sócio da empregadora, se não caracterizada hipótese de acidente de trajeto com fornecimento de transporte pela empregadora.

Acórdão

A C O R D A M os Magistrados da 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região, na Sessão Ordinária realizada no dia 24.01.2019, às 13 horas e 30 minutos, sob a Presidência do Exmo. Desembargador José Luiz Serafini, com a participação dos Exmos. Desembargadores Wanda Lúcia Costa Leite França Decuzzi, Marcello Maciel Mancilha e do douto representante do Ministério Público do Trabalho, Procurador: Levi Scatolin; por unanimidade, conhecer parcialmente do recurso ordinário dos reclamantes, não o conhecendo, por ausência de interesse recursal, quanto ao tema denunciação da lide; e, no mérito, dar parcial provimento ao recurso, para reconhecer o vínculo empregatício entre o de cujus e a 2ª reclamada, pelo período de 29/05/2014 a 12/06/2014, devendo a 2ª reclamada proceder às devidas anotações na CTPS, bem como para condenar a 2ª reclamada a pagar aos reclamantes, observado o salário de R$ 1.542,13, o salário do período contratual, as férias proporcionais mais o 1/3 constitucional, o 13º proporcional e o FGTS do período. Custas pela 2ª reclamada no importe de R$ 26,00, calculadas sobre o valor da condenação, ora fixado em R$ 1.300,00 (um mil e trezentos reais).
Disponível em: https://trt-17.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/676273829/recurso-ordinario-trabalhista-ro-19958820155170013

Informações relacionadas

Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região
Jurisprudênciahá 8 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região TRT-7 - Recurso Ordinário: RO 000XXXX-75.2012.5.07.0015

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 6 anos

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Recurso Inominado Cível: RI 000XXXX-22.2014.8.26.0048 SP 000XXXX-22.2014.8.26.0048

Tribunal Superior do Trabalho
Jurisprudênciahá 5 anos

Tribunal Superior do Trabalho TST - RECURSO DE REVISTA: RR 728-02.2014.5.12.0031

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 4 meses

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC 500XXXX-51.2020.8.13.0145 MG

Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região
Jurisprudênciahá 6 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região TRT-11 - Recurso Ordinário: RO 000XXXX-71.2015.5.11.0002